Estado de São Paulo Transparência ALESP

 


  Dimensões do IPRS

  Estado de São Paulo

  2008-2012

Conheça também:

IPVS: Índice Paulista de Vulnerabilidade Social
ampliar mapa

Apresentações

IPRS – Índice Paulista de Responsabilidade Social

Criado à semelhança do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o IPRS – Índice Paulista de Responsabilidade Social objetiva ser um instrumento para melhorar a qualidade de vida do povo paulista, na medida em que busca facilitar uma identificação mais ágil das necessárias políticas públicas a serem implementadas nos municípios paulistas, tendo, a exemplo do IDH, o ser humano sempre no centro do processo de seu desenvolvimento.


Breve histórico


O IPRS – Índice Paulista de Responsabilidade Social nasceu como proposta legislativa elaborada pela Comissão de Assuntos Municipais, em fevereiro de 2001, em resposta às atividades do Fórum São Paulo Século XXI.

Tratava-se, na verdade, de uma ferramenta de planejamento para o desenvolvimento do Estado de São Paulo, pois buscava estudar os problemas existentes em nossos 645 municípios e, assim, traçar propostas que pudessem – e podem – ser implementadas, fundamentadas em diagnóstico abrangente de cada localidade.

O índice foi concebido pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados – Seade para contribuir na construção de instrumentos que aperfeiçoam a elaboração e o controle de políticas públicas.

O Projeto de Lei n. 14/2001, que se tornou a Lei n. 10.765, de 19 de fevereiro de 2001, que criou o IPRS, foi aprovado em sessão extraordinária, na noite de quarta-feira, 14 de fevereiro de 2001.

Em complemento à criação do IPRS, após o Censo Demográfico de 2000, foi elaborado pela Fundação Seade o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social – IPVS, com a intenção de oferecer ao gestor público e à sociedade em geral uma visão mais detalhada das condições de vida no interior do município, com a identificação e a localização espacial das áreas que abrigam os segmentos populacionais mais vulneráveis à pobreza. O IPVS é divulgado a cada dez anos.

Na Assembleia Legislativa, o Instituto do Legislativo Paulista – ILP, por força de sua Resolução criadora n. 821, de 14 de dezembro de 2001, tem a função precípua de avaliar os resultados obtidos pela aplicação do Índice Paulista de Responsabilidade Social – IPRS e, por consequência, o IPVS, visando propor medidas que contribuam para o desenvolvimento e a justiça social.


IPRS 2014

A MESA DIRETORA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO apresenta, nesta data, a edição 2014 do IPRS e o faz dando resposta ao trabalho realizado no Fórum Brasil Século XXI e também com o apoio do Instituto do Legislativo Paulista, em parceria com o Seade.

A finalidade que nos motiva a um estudo mais profundo dos dados compilados pelo Seade é possibilitar o desenvolvimento de políticas públicas consequentes e satisfatórias em cada um dos municípios de nosso estado.

Somos neste momento a expressão de 645 municípios buscando todas as referências necessárias e possíveis para a construção de planejamentos consequentes, que tragam o bem-estar aos cidadãos, conforto para as famílias e a construção de um futuro melhor para crianças e jovens em cada uma dessas localidades.

Dizemos que a implementação de uma política pública deve reunir de uma só vez o possível e o razoável. Os números e dados fornecidos pelos levantamentos realizados são ferramentas que constroem essa realidade, levando-se em conta o montante de recursos públicos disponíveis.

Queremos com isso simplesmente cumprir com a finalidade constitucional e política delegada ao Legislativo Paulista – qual seja a de traçar condutas consequentes, planejadas e, principalmente, democráticas que expressem a multiplicidade e não o querer de um único conceito.

Fernando Capez
Presidente

Enio Tatto
1.º Secretário

Edmir Chedid
2.º Secretário



Download em PDF     Download em PDF     Versão para Impressão